Meteorologia

  • 22 JULHO 2017
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 18º

Edição

Consórcio luso-moçambicano vai criar empresa tecnológica em Moçambique

O consórcio luso-moçambicano constituído pelas tecnológicas portuguesas MeiosTec e CiNet e a consultora moçambicana MD vai criar uma empresa de capitais mistos em Moçambique em 2014, disse o administrador da MeiosTec, Luís Pereira, à Lusa.

Consórcio luso-moçambicano vai criar empresa tecnológica em Moçambique
Notícias ao Minuto

17:53 - 21/10/13 por Lusa

Economia Em 2014

"Em 2013, a MeiosTec e a CiNet decidiram entrar em Moçambique, à semelhança de Angola e Cabo Verde, apoiando-se num parceiro local [a consultora MD]", explicou o gestor, adiantando que o consórcio agora formado vai criar uma sociedade de capital misto neste país africano no próximo ano.

A MD Consultora chegou a um acordo para que se constituísse uma empresa de capital misto luso-moçambicano em Moçambique, tratando-se de "um parceiro local que tem a mesma visão e mesmo posicionamento de mercado" que as empresas portuguesas, explicou à Lusa o gestor.

Fundada em 1997, a MeiosTec é uma empresa de Integração de Sistemas e Serviços de Engenharia na área das Tecnologias de Informação (TI), enquanto a CilNet, criada em 2000, é uma empresa de Serviços de Engenharia na área das TI e a MD Consultores, que foi constituída em 2001, é uma empresa moçambicana especializada na prestação de serviços, entre outros, nas áreas de consultadoria, gestão e administração de empresas e organizações em geral, bem como, gestão de sistemas de informação.

No próximo ano, o consórcio vai reforçar a sua presença em Moçambique e espera alcançar um volume de negócios entre cinco a seis milhões de euros, depois de ao longo deste ano ter reforçado o conhecimento do mercado, posicionamento estratégico e ter realizado a definição dos objetivos em termos do leque de produtos que tem para oferecer e que se destinam sobretudo aos setores das infraestruturas e telecomunicações em "forte expansão".

Em 2013, a MeiosTec espera fechar o ano com uma faturação de 3 milhões de euros, mais 30% a 40% do que o valor observado em 2012.

Luís Pereira referiu ainda à Lusa que o mercado moçambicano "é apetecível, apresenta um crescimento de 8% nos próximos anos o que o torna atrativo em contraponto com a contração do mercado português".

A médio prazo, o consórcio tem a visão de poder vir a expandir-se regionalmente, tendo como alvo os países situados na fronteira com Moçambique, que "não a África do Sul", lembrou.

Moçambique deverá ter em 2013 uma das maiores taxas de crescimento ao nível do investimento nas Tecnologias de Informação e Comunicação - 14,2%, face ao crescimento de 6% a nível mundial e, 12,8% nos países emergentes.

A MeiosTec e a CilNet, empresas de Integração de Sistemas e Serviços de Engenharia na área das TI, vão participar no evento IDC CIO Summit Moçambique 2013 - O Impacto das TIC nos Negócios, que decorrerá no dia 29 de outubro no Hotel Polana, em Maputo.

As duas empresas portuguesas estarão presentes como membros do consórcio, do qual faz também parte a MD Consultores, parceiro no mercado de Moçambique.

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório