Meteorologia

  • 20 OUTUBRO 2017
Tempo
19º
MIN 19º MÁX 19º

Edição

"O FC Porto tem de se reforçar, são muitos anos sem ganhar o campeonato"

Antigo jogador do FC Porto falou sobre o momento atual do clube que não conquista um campeonato nacional há quatro anos.

"O FC Porto tem de se reforçar, são muitos anos sem ganhar o campeonato"
Notícias ao Minuto

08:53 - 20/05/17 por Andreia Brites Dias

Desporto Drulovic

Jogador do FC Porto entre 1993 e 2001, Drulovic acompanha atentamente o campeonato português. O antigo atleta e agora treinador – atualmente sem clube -, falou sobre a época dos dragões, que deixaram fugir o título de campeão nacional para o Benfica.

"O FC Porto falhou algumas vezes e nos momentos em que tinha de ganhar, não conseguiu. Quando o Benfica falhou, também não conseguiram responder e isso foi decisivo", começou por dizer, em entrevista exclusiva ao Desporto ao Minuto.

Drulovic acredita que, para regressar às conquistas, o clube azul e branco tem de se "reforçar" e reavivar a "mística" característica do clube.

"No meu tempo, o FC Porto tinha vários jogadores portugueses com muita qualidade, que conheciam a mística do clube e acho que esse sentimento se perdeu um pouco, principalmente porque há muitos jogadores estrangeiros. O FC Porto precisa de contratar, tem de se reforçar porque são muitos anos sem ganhar o campeonato. Há alguns jogadores não renderam aquilo que se esperava", atirou.

Quanto ao trabalho realizado por Nuno Espírito Santo, o antigo jogador do FC Porto esclareceu que "um treinador que não ganha é sempre o elo mais fraco".

"Quando não se ganha a culpa é sempre do treinador, mas isso sempre foi assim, porque o treinador é o elo mais fraco. O Nuno tentou fazer o seu melhor, mas talvez não tenha tido sorte. Vamos ver o que vai acontecer, se vai ficar no FC Porto ou não. Se ficar, vai tentar preparar melhor a equipa para a próxima época."

"Treinar em Portugal? É um dos meus objetivos"

Drulovic é treinador desde 2005/06, porém, está sem clube esta época, depois de ter estado aos comandos do Partizan na última temporada. Entre sonhos e desejos, regressar a Portugal, agora como técnico, está no topo da lista.

"Treinar em Portugal? Claro que gostava, esse é um dos meus objetivos. Gosto muito de Portugal, sinto-me quase português e gostava de voltar e trabalhar aí. Agora quando e onde vamos ver", adiantou, sem preferência para o clube, apesar do carinho especial pelo FC Porto.

"Eu respeito todos os clubes por onde passei. O FC Porto foi um clube que me marcou, onde passei mais tempo como jogador e ganhei muitos troféus. Mas não sei, nesta vida nunca se sabe. Gostava de trabalhar no FC Porto ou num grande clube como o FC Porto", finalizou.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório