Meteorologia

  • 28 JUNHO 2017
Tempo
20º
MIN 19º MÁX 20º

Edição

Messi lamenta morte de jogadores em acidente aéreo na Colômbia

O argentino Leonel Messi lamentou o acidente que matou jogadores da Chapecoense, membros da comissão técnica e jornalistas brasileiros que viajavam para a Colômbia para realizar a primeira partida da final da Taça Sul-americana.

Messi lamenta morte de jogadores em acidente aéreo na Colômbia
Notícias ao Minuto

10:33 - 29/11/16 por Lusa

Desporto Argentino

"Jogadores de Chapecoense comemorando a passagem para a final da Taça Sul-americana. Desolador. Que suas almas descansem em paz", escreveu Messi na sua conta no Twitter.

A Chapecoense viajava para Medellín, local do primeiro jogo da decisão da Taça Sul-Americana, num avião comercial que saiu da Bolívia e desapareceu do radar numa zona montanhosa a cerca de 50 quilómetros de Medellín.

Cinco pessoas sobreviveram ao desastre que aconteceu perto do aeroporto internacional de Medellín, mas 76 morreram.

Foram confirmados entre os sobreviventes o guarda-redes da Chapecoense Marcos Danilo Padilha, de 31 anos, o guarda-redes reserva Jackson Follmann, de 24 anos, e o lateral Alan Ruschel, de 27 anos.

Em comunicado, o aeroporto de Medellin refere que o avião, com matrícula da Bolívia, "declarou-se em emergência" às 22:00 locais (03:00 em Lisboa) "por falhas técnicas", de acordo com a transmissão feita para a torre de controlo.

O avião tinha saído do aeroporto Viru Viru, de Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, onde aparentemente tinha realizado uma escala técnica.

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório