Meteorologia

  • 25 JUNHO 2017
Tempo
19º
MIN 18º MÁX 20º

Edição

Évora: Queima das Fitas com Diogo Piçarra, David Carreira e Amor Electro

A edição deste ano da Queima das Fitas de Évora começa, no dia 26, com uma noite dedicada às tunas académicas e prolonga-se até 03 de junho, com Diogo Piçarra, David Carreira e Amor Electro como cabeças-de-cartaz.

Évora: Queima das Fitas com Diogo Piçarra, David Carreira e Amor Electro
Notícias ao Minuto

13:30 - 19/05/17 por Lusa

Cultura Concertos

"Apesar de ser [uma festa] mais direcionada para os estudantes, tentámos fazer um cartaz com as bandas de que as pessoas da cidade gostam", afirmou hoje à agência Lusa a presidente da Associação Académica da Universidade de Évora (AAUE), Beatriz Azaruja.

Organizada pela AAUE, com o apoio de várias entidades, a festa dos estudantes vai decorrer, ao longo de nove dias, no campo de futebol do Colégio do Espírito Santo, o principal edifício da academia alentejana.

O cartaz inclui a Noite de Tunas (dia 26) e concertos de Diogo Piçarra (27), Caelum (28), Quim Barreiros (29), Ninja Kore (30), Némanus (31), Piruka (01 de junho), Mastiksoul e David Carreira (02 de junho), e Amor Electro e Virgul (03 de junho), entre outros.

O cortejo académico, um dos pontos altos da festa dos estudantes, está marcado para o dia 28 e vai percorrer as principais artérias da cidade, numa organização da AAUE com o Conselho de Notáveis da academia.

Segundo a dirigente estudantil, uma das principais novidades da edição deste ano em relação à do ano passado é "o regresso da Noite de Tunas aos claustros do Colégio do Espírito Santo" e a sua realização na primeira noite do evento, com entrada gratuita.

"As tunas têm muitas pessoas que já trabalham e é preferível que a Noite de Tunas se realize numa sexta-feira, porque conseguem estar presentes mais tunantes e velhas guardas, além ser um espetáculo mais emblemático por decorrer nos claustros", disse.

Em relação ao preço dos bilhetes para a Queima das Fitas, a presidente da AAUE frisou se mantém "igual ao do ano passado", indicando que as entradas para estudantes não ultrapassam em nenhum dos dias os 10 euros.

"Este ano, a queima vai ter uma vertente social, em que, nos convites que enviamos a algumas entidades da cidade, vamos solicitar a doação mínima de um euro, que reverte para uma instituição", assinalou a estudante.

A queima desportiva, com atividades desportivas e jogos, mantém-se no programa do evento, mas o mesmo não acontece com a queima dos pequenitos, que, em anos anteriores, juntava alunos do 1.º ciclo do concelho, por dificuldades na sua realização.

Campo obrigatório