Meteorologia

  • 24 ABRIL 2019
Tempo
12º
MIN 10º MÁX 14º

Edição

Museu Vieira da Silva inaugura exposição e celebra 25 anos

Uma exposição com obras de Maria Helena Vieira da Silva, de Arpad Szenes e de artistas seus contemporâneos é inaugurada hoje, no museu dedicado à obra da artista portuguesa, em Lisboa, cuja fundação instaladora foi criada em 1990.

Museu Vieira da Silva inaugura exposição e celebra 25 anos
Notícias ao Minuto

06:29 - 14/05/15 por Lusa

Cultura Lisboa

De acordo com a entidade, a inauguração será precedida, às 19:00 por uma cerimónia de comemoração dos 25 anos da Fundação Arpad Szenes - Vieira da Silva (FASVS), com a presença do Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, que agracia a instituição com o título de Membro Honorário da Ordem do Infante D. Henrique.

"A Linha do Espaço" é o título da exposição que a Fundação Arpad Szenes -- Vieira da Silva (FASVS) inaugura, em colaboração com a galeria parisiense Jaeger Bucher/Jeanne-Bucher, pioneira da divulgação dos principais artistas abstratos da década de 1950.

De acordo com a Fundação, a exposição organizada com aquela galeria, em Paris - que representa o trabalho de Maria Helena Vieira da Silva desde 1933 -, será a terceira do programa que assinala o 20.º aniversário do Museu, em Lisboa.

Poderão ser vistas 56 obras de Vieira da Silva, 23 obras do marido, o artista Arpad Szenes, e 13 obras de outros artistas como Paul Klee, Jean Dubuffet, Jean Arp, Zao Wou-Ki, Roger Bissière, Etienne Hajdu, Hans Reichel, Germaine Richier, Mark Tobey e Joaquín Torres-García.

Serão apresentadas obras de Vieira da Silva (1908-1992) e de Arpad Szenes (1897-1985), reveladoras da essência das suas pesquisas plásticas, que raramente têm sido exibidas em Portugal.

Em simultâneo, será exposto um conjunto de obras de vários artistas contemporâneos do casal, muitas delas apresentadas pela primeira vez em Portugal, segundo a FASVS.

Além da galeria Bucher, as obras são provenientes da galeria Louis Carré e do Centre Georges Pompidou, também em Paris, do Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian e do Museu Coleção Berardo, em Lisboa.

Criada ainda em vida de Maria Helena Vieira da Silva (1908-1992), uma das mais importantes pintoras portuguesas, e instituída por decreto-lei em 10 de maio de 1990, a FASVS tem como missão garantir a existência de um espaço, em Portugal, onde o público possa contactar permanentemente com a obra dos dois pintores.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório